Saúde

Imunologia: O que acontece dentro do nosso corpo?

Imunologia é o campo da biologia que estuda o sistema imunológico dos seres vivos e sua habilidade de responder à ação de agentes patogênicos, baseia-se em como o próprio corpo se defende de doenças infecciosas causadas por microrganismos, tais como bactériasvírusprotozoários fungos, e também organismos parasitas, como os vermes.

Quando ficamos doentes, nos machucamos ou sentimos dores sabemos que muitas células em nosso corpo estão agindo para resolver o problema. Mas o mecanismo envolvido para resolver qualquer simples corte não é tão fácil de se entender.

Quem nunca ficou imaginando o que estaria acontecendo dentro do corpo?Fonte:http://www1.pucminas.br/imagedb/documento/DOC_DSC_NOME_ARQUI20130912164902.

E quando, nós biólogos e outros estudantes da área da saúde, começamos a ter aulas de imunologia descobrimos a complexidade  que um simples arranhão traz para o sistema imune, já que isso abre uma grande brecha para a ação de micróbios, toxinas e partículas exóticas. E para combater essas partículas indesejadas os granulócitos são lançados na circulação sanguínea para começar a solucionar o problema.

Logos após, outras células são “chamadas”  para que o simples corte não piore, entre elas estão os macrófagos, células mais fortes, que destroem não só os invasores—vivos ou mortos—como os próprios granulócitos eliminados no começo da batalha.

Sabe o inchaço que algumas lesões causam? É devido a grande quantidade de macrófagos, comprimidos nos espaços entre as células. A função de identificar e neutralizar bactérias e outras “substâncias estranhas” (chamadas de antígenos) que possam entrar em nosso corpo é feita pelos anticorpos, que se ligam à elas e fazem com que uma reação em cadeia envolvida na resposta imune comece a acontecer.

Mas quais são as células responsáveis pela defesa do nosso corpo?

Células do sistema imune. Fonte: http://www1.pucminas.br/imagedb/documento/DOC_DSC_NOME_ARQUI20130912164902.pdf

  • Neutrófilos– Atuam na defesa do organismo contra processos infecciosos bacterianos. Grande capacidade fagocítica.
  • Monócito– Permanecem cerca de 8 horas no sangue periférico. Principal função: fagocitose e integração da imunidade celular X humoral.
  • Linfócitos “natural killer”- 10% dos linfócitos do sangue periférico .Resposta inata a infecções virais, rejeição de transplantes e ataque de células tumorais. Podem destruir células sem necessidade de apresentação prévia.
  • Eosinófilos– Modulam respostas inflamatórias nas reações alérgicas. Defesa contra parasitoses helmínticas. Migram para os tecidos (pele, glândula mamária, útero) permanecendo por aproximadamente 12 dias. Após exercerem sua função, são eliminados pelos macrófagos.
  • Basófilos– Envolvidos principalmente em reação alérgica.
  • Macrófagos – Podem permanecer no tecido por meses a anos, atuando como verdadeiros sentinelas. Suas funções são: Ingestão e morte de microrganimos, fagocitose de células mortas, liberação de mediadores químicos, apresentadoras de antígenos – APC, reparo de tecidos lesionados pela liberação de citocinas que estimulam a angiogênese e síntese de matriz extracelular.
  • Células dendríticas– Realizam fagocitose e são as principais células apresentadoras de antígenos.
  • Linfócitos T– Atuam na imunidade mediada por células e regulação da proliferação de Linfócitos B através da liberação de mediadores químicos.
  • Linfócitos B– São responsáveis pela imunidade humoral que se caracteriza pela produção e liberação de anticorpos capazes de neutralizar, ou até mesmo destruir, os antígenos contra os quais foram gerados.
  • Citocinas -estimulam células que possuem receptores para ligá- las, como por exemplo, neutrófilos e monócitos, além de aumentarem a permeabilidade de capilares sanguíneos no local da reação imune e também estimularem leucócitos que estão circulando no sangue a atravessarem a parede dos vasos sanguíneos e atingirem o local onde estão as substâncias estranhas.
  • Quimiocinas– Atraem células para o local da reação. Esse processo pelo qual se obrigam células a deslocar-se através de um estímulo químico é denominado quimiotaxia.
  • Interleucinas– Grupo de substâncias que auxiliam a diferenciação de linfócitos B e linfócitos T citotóxicos que estejam ligados também aos antígenos.

Obviamente não é possível explicar e entender todo o sistema imune e tudo que acontece em nosso corpo em um post (para ser sincera, acho que nem em um semestre da faculdade). Dei o exemplo do arranhão para mostrar o quão complexo esse sistema é.

 Mas, fique calmo…  Vou deixar aqui três links super legais de materiais sobre imunologia muito didáticos e divertidos, com certeza vão te ajudar muito nos estudos (queria ter encontrado enquanto estava na graduação) e, para quem é professor, pode auxiliar no método de ensino.

Microbiologia e Imunologia Online:

Website baseado no segundo ano do curso de graduação em medicina da Universidade da Carolina do Sul. Lá você encontra 19 capítulos sobre Imunologia, além de também conter materiais sobre bacteriologia,micologia,virologia e parasitologia. Conteúdos excelentes!

Explorando o sistema imunológico:

Material voltado para professores de imunologia, mas também ajuda muito quem está estudando, já que tudo é explicado de maneira mais simples e divertida com ilustrações. Você encontrará questões relacionadas ao sistema imunológico tratadas de maneira mais contextualizada para chamar a atenção de seu aluno e motivá-lo para a leitura.

Imunologia Virtual-  Órgãos e tecidos linfóides:

Nele é possível fazer uma “aula prática” sobre os tecidos linfóides, que são os responsáveis pela produção das células do sistema imune. É possível ver como um antígeno percorre a circulação sanguínea de um camundongo e também é explicado o que ocorre. Além disso você encontra todos os conceitos sobre os tecidos e órgãos linfóides.

Espero que esses materiais e os outros que usei como fonte possam te ajudar nos estudos e a entender um pouco mais sobre o que acontece dentro dessa máquina cheia de engrenagens que é o corpo humano!


Fontes:

Sistema imunológico: Os defensores- https://super.abril.com.br/saude/sistema-imunologico-os-defensores/

Imunologia – Estudo do sistema imunológico-https://www.infoescola.com/medicina/imunologia/

Explorando o sistema imunológico http://www1.pucminas.br/imagedb/documento/DOC_DSC_NOME_ARQUI20130912164902.pdf

Microbiologia e Imunologia On-Line-http://www.microbiologybook.org/Portuguese/immuno-port-chapters.htm

Órgãos linfóides e Células do Sistema Imune-http://www.profbio.com.br/aulas/inunologia_1_aula_01.pdf

Sistema Imunitário-http://www.scielo.br/pdf/rbr/v50n5/v50n5a08.pdf

Imunologia Virtual-http://www.lcc.kftox.com/pratica%20nanquim%20pata.html

Sobre o Autor

Vanessa Araújo

Bacharel em Ciências Biologicas pela Pontificia Universidade Catolica do Rio Grande do Sul (PUCRS), durante a graduação atuei nas áreas de Biologia Vegetal, Biologia Celular e Tecidual,Histologia, Licenciamento ambiental e Manejo e cuidados de serpentes em cativeiros.
A paixão por biologia vem desde pequena, sempre gostei de ter contato com animais e a natureza e foi a primeira e única opção de graduação pensada. Escrever no Biologia para Biólogos vai aumentar ainda mais essa paixão pela Bio e criar novas oportunidades.

Comentar

Clique aqui para comentar